Academia   Seminários
 
 
 
 
     
 
30.set.2014
Segmentacao de Bases de Dados

Segmentação de Bases de Dados em Email Marketing


O E-Mail Marketing é uma poderosa ferramenta, que permite às marcas desenvolver rapidamente a relação com os seus clientes, atuais ou potenciais.

O E-Mail Marketing é uma poderosa ferramenta, que permite às marcas desenvolver rapidamente a relação com os seus clientes, atuais ou potenciais.
Além de ser um dos meios com mais baixo custo no que se refere ao investimento de comunicação, apresenta igualmente uma incomparável capacidade de segmentação, que advém da profusão e detalhe das bases de dados que utiliza. Estes prefiguram, por conseguinte, os aspetos que mais o diferenciam dos restantes meios de comunicação. Neste sentido, podemos afirmar que o E-Mail Marketing é bastante superior aos demais meios, em termos de eficácia e performance.

Este “filtro”, chamemos-lhe assim, faz toda a diferença no que respeita ao principal target de determinada campanha, pois permite à marca atingir exatamente o público-alvo do produto que pretendem promover, despertando assim o interesse de quem tem acesso à campanha, incentivando e promovendo o interesse na aquisição do produto/serviço. Existem bases de dados que permitem inúmeras possibilidades de segmentação. Nas campanhas de captação realizadas na área de lead generation, as empresas têm em atenção determinados aspetos e questões que lhes permitem obter registos relacionados com áreas interesse, social ou outras. Estas informações poderão ser interessantes para determinadas empresas que atuam em áreas mais especializadas.

Quando se cria um produto ou um serviço sabe-se exatamente quem são os potenciais compradores, e é uma importante mais-valia, no que se refere a campanhas de E-Mail Marketing, conseguirmos direcionar essa mesma comunicação ao target correto, permitindo assim uma comunicação eficaz com uma previsão do ROI geralmente positiva.

Cada vez mais o leque de segmentações é maior, o que potencia uma definição pormenorizada e certeira do target a atingir.



 










 


Artigos Relacionados


9.out.2012
Marketing de Performance… É mesmo verdade?
 

 

30.set.2014
O Marketing Digital das Academias e Ginásios
 

 

10.out.2011
As principais tácticas de Remarketing
 

 

10.nov.2010
Affiliate Marketing: A União faz a Força
 

 

23.jan.2008
A página 'Quem Somos' tem mesmo de ser uma seca?
 


 

 
Autores
     
     
    Ver Todos  
 
Formação Inesting