Academia   Seminários
 
 
 
 
     
 
28.set.2010
Realidade Aumentada

A realidade revista e aumentada.


Realidade Aumentada, uma expressão que nos últimos tempos começa gradualmente a fazer parte do nosso dia-a-dia. Muita gente já ouviu esta a expressão, e, muito provavelmente, não soube do que estava a falar.

Quando se fala em Realidade Aumentada, o que está a falar é a integração do mundo real com elementos virtuais ou informações criadas através de computador. A Realidade Aumentada é um sistema que combina elementos virtuais com o ambiente real, com processamento em tempo real, possibilitando, assim, experiências interactivas em três dimensões.

Actualmente, a Realidade aumentada já faz parte dos nossos dias, muitas vezes sem que nos dêmos conta que ela existe. Nomeadamente, em transmissões televisivas, em directo, cujas imagens são digitalmente processadas e melhoradas através da inclusão de gráficos, criados por computador. Como exemplos práticos temos as transmissões de jogos de futebol ou noites de eleições.

Ao nível do marketing, a utilização da Realidade Aumentada já começa a ser posta em prática. A Realidade Aumentada ficou mais perto do público quando passou a ser veiculada em peças publicitárias. A Mini foi uma das pioneiras a usar esta tecnologia. Numa campanha, foi lançada uma publicidade numa revista alemã que continha um símbolo, que, ao ser colocado em frente a uma webcam, projectava no ecrã do utilizador um modelo do Mini-Cooper em 3D. Esta imagem possibilitava ao utilizador a visualização em todos os ângulos possíveis deste novo automóvel.
 

A Realidade Aumentada proporciona ao utilizador uma interacção segura, sem necessidade de qualquer tipo de formação, uma vez que ele pode trazer para o seu ambiente real objectos virtuais, incrementando e aumentando a visão que ele tem do mundo real. Além de permitir que objectos virtuais possam ser introduzidos em ambientes reais, a Realidade Aumentada pode proporcionar ao utilizador o manuseamento desses objectos com as próprias mãos, possibilitando uma interacção atractiva e motivadora. Num futuro próximo, um utilizador poderá experimentar um produto, de forma virtual, antes de o adquirir na sua forma física.

A nível do mobile marketing, a aplicação da Realidade Virtual tem também imenso potencial. Com a evolução dos telemóveis, smartphones ou PDA’s, tudo o que é possível fazer num computador começa a ser transposto para estes dispositivos. Os modelos mais recentes, já incluem sistemas de localização, como por exemplo GPS ou sensores de orientação, os quais permitem que sistemas de computação levem a Realidade Aumentada para ambientes mais amplos e abertos. Por exemplo, um utilizador pode utilizar um telemóvel para ver uma imagem do mundo real, no qual existem imagens geradas por computador sobrepostas nessas mesmas imagens reais que são obtidas através da câmara do telemóvel.

Existem inúmeras aplicações para a Realidade Aumentada em várias áreas tais como medicina, física, geologia, informação geográfica ou construção civil. Em carros ou aeronaves, através de visores dotados de Realidade Aumentada, integrados em capacetes, óculos ou até nos pára-brisas. Em museus, através da disponibilização de imagens virtuais que permitam ao utilizador uma experiência mais rica.

A Realidade Aumentada é mais uma ferramenta a ser usada pelo marketing e está já ao alcance de todos. Com todas as sua mais valias, esta nova tecnologia está apenas à espera que surjam ideias de a aplicar em campanhas de marketing.
 
 




 










 


Artigos Relacionados


1.mar.2011
Mobile World Congress 2011
 

 

21.ago.2008
Marketing de Proximidade: nova tendência do mobile marketing
 

 

24.mai.2011
O Remarketing ou como não perder os seus visitantes
 

 

30.set.2014
O Marketing Digital das Academias e Ginásios
 

 

17.jul.2009
IAB lança Guia sobre Mobile Marketing
 


 

 
Autores
     
     
    Ver Todos  
 
Formação Inesting