29.mar.2011
A memória das redes sociais

Ainda se lembra do caso Ensitel?


Depois de todo o alarido em torno do caso Ensitel, no final 2010 e início de 2011, será que o caso ainda dá que falar? Será que os consumidores ainda se lembram do que ocorreu ou já esqueceram? Fomos visitar a página da marca no Facebook e ver como está a relação da marca com os seus seguidores passados estes meses.

Aquilo que se pode ver é que na página Facebook da Ensitel continuam a surgir imensos detractores da marca. As mensagens negativas em relação à marca continuam a surgir em quase todas as promoções que são lançadas nesta rede. Apesar de todos os notórios esforços por parte da Ensitel em limpar a imagem, ainda existem seguidores que se lembram da situação e fazem questão de marcar a sua posição. Um fenómeno interessante é que neste momento já surgem vozes de outros utilizadores a defenderem a marca, isto é um sinal de que existem resultados no trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pela Ensitel.

Nota-se que neste momento a marca, ao nível do Facebook, está muito mais atenta à opinião dos utilizadores, dando quase sempre uma resposta directa e num curto espaço de tempo às questões que lhe são colocadas pelos seguidores. Está inclusivamente neste momento a decorrer um passatempo exclusivo para os fãs do Facebook, o que demonstra que a marca despertou para o canal.

Quanto à página Nunca mais compro nada na Ensitel, deixou de existir, tal como o endereço www.facebook.com/ensitel, associado a esta mesma página. A página da Ensitel já possui um url amigável (http://www.facebook.com/lojasensitel), coisa que anteriormente não acontecia. Mais um sinal de que a marca começou a tomar outros cuidados com a presença no Facebook. Em termos do número de seguidores, a página não teve grandes alterações relativamente ao nosso artigo de 4 de Janeiro. Nessa altura a página possuía 5.235 seguidores e neste momento possui 5.545. A grande dúvida em relação ao valor deste números subsiste, visto que continuam ainda a surgir muitas pessoas a seguir a marca no Facebook apenas para lançar críticas contundentes.

Como se pode ver, um incidente nas redes sociais é como um derrame de crude numa praia. Por muito que se limpe, há sempre uma ou outra mancha de óleo que acaba por aparecer. Assim, há que prevenir e, mais uma vez alertamos, que é muito importante ter uma estratégia de presença nas redes sociais.
 


 











Artigos Relacionados



11.out.2011
 
O crescimento dos jogos sociais
 
 
 
8.mai.2012
 
F-Commerce: expectativas e realidade
 
 
 
9.set.2009
 
Redes sociais não influenciam mulheres
 
 
 
3.jan.2012
 
Consumidores desconfiam do Facebook para fazer compras
 
 
 
1.fev.2011
 
O que é o FourSquare?
 
 
 
 




Autores
     
     
     
 
Formação Inesting