21.ago.2008
Domínios

Como não escolher um domínio


Quando se cria um site, tal como quando se pensa em ter um filho, uma das primeiras coisas que nos vem à cabeça é o nome que lhe vamos chamar, porque será desta forma que ele será reconhecido pelo resto do mundo.

Muitas empresas no entanto, tal como certos pais, parecem que gostam de fazer o filho sofrer ao lhe darem um nome que, apesar de os tornar conhecidos, não abona muito em seu favor.
Para explicar esta teoria, apresentamos de seguida uma lista de nomes de sites que não foram os mais felizes:
 
http://www.expertsexchange.com/ - Alguém precisa de trocarinformações entre especialistas?
 
http://www.therapistfinder.com/ - Procura um terapeuta, ou quem sabe um violador?
 
http://www.choosespain.com/ - E porque não escolher Espanha para o seu destino de férias?
 
http://www.budget.co.ck/ - Quando visitar as ilhas Cook, pode alugar um carro neste site.
 
http://www.whorepresents.com/ - Neste caso temos algumas dúvidas sobre quem esta empresa representa.
 
http://www.penisland.net/ - Aqui temos um caso de uma ilha bem divulgada.

http://www.powergenitalia.com/ - Em Itália está-se a investir nas energias alternativas.
 
http://www.auctionshit.com/ - Houve tempos em que os sites de leilões eram muito procurados.
 
http://www.mofo.com/ - Será mofo, ou será bafio?
 
Como se vê pelos exemplos anteriores, para além de um site graficamente atraente e funcional, há que ter em conta o nome que lhe vamos a dar.
 
Há um ditado popular que diz o seguinte: “Paus e pedras fazem ferida, mas palavras não me atingem.” Mas convenhamos que há algumas palavras que fazem muita mossa.


 











Artigos Relacionados



8.mar.2012
 
Porque os sites da internet não funcionam?
 
 
 
27.out.2008
 
Intranet: Ferramentas de Produtividade e de Marketing Interno
 
 
 
3.dez.2007
 
My Name is URL: Revisited
 
 
 
26.mar.2015
 
O futuro do SEO: a evolução para o SXO
 
 
 
11.set.2010
 
Uma palavra errada pode estragar tudo?
 
 
 
 




Autores
     
     
     
 
Formação Inesting