18.mar.2014
Mercados da Bitcoin e Dogecoin

Os diferentes mercados da Bitcoin e da Dogecoin


Com cada vez mais negócios a aceitarem cryptocurrency, hoje vou falar de algumas diferenças entre a Bitcoin que foi a primeira cryptocurrency e teve o seu início em Janeiro de 2009, e a Dogecoin que é bem mais recente e teve o seu início em Dezembro de 2013.

Neste momento existem cerca de 12.5 milhões de Bitcoins em circulação, isto equivale a pouco mais de metade de todas as Bitcoins que alguma vez irão existir, ou seja no total vão existir 21 milhões de Bitcoins. Isto faz com que exista uma quantidade limitada e controlada no fornecimento da moeda. Existe também a possibilidade de se perder Bitcoins se não forem feitas cópias de segurança da carteira virtual (como o caso de um disco que continha cerca de 7500 Bitcoins e foi para o lixo), ou seja a longo prazo a Bitcoin tornar-se-á cada vez mais rara. Esta é uma das razões pela qual a Bitcoin cresceu tanto em valor no último ano, no início de 2013, uma Bitcoin valia cerca de €9, mas em Dezembro de 2013 chegou aos €720 por Bitcoin. E existe até a especulação que 1 Bitcoin pode chegar aos €7200, mas claro que não nos podemos esquecer que se toda a gente guardar as suas Bitcoins e não as utilizar, por pensar que vai ter mais valor no futuro, pode acontecer exatamente o contrário, e perder parte do seu valor.

No caso das Dogecoins é um pouco diferente, pois o seu fornecimento é controlado mas não têm limite. Neste momento existem cerca de 60.6 mil milhões de Dogecoins, e o objetivo é chegar aos 100 mil milhões até ao inico de 2015, e a partir desse ponto serão adicionados mais 5 mil milhões por ano. Isto faz com que o valor por Dogecoin seja apenas frações de cêntimo e que seja muito improvável que alguma vez chegue a €1 por Dogecoin, mas por outro lado dá mais incentivo à utilização da moeda em vez a guardar e esperar que o seu valor aumente. O que poderá tornar esta criptocurrency mais atrativa para compras do dia-a-dia na internet, ou para causas solidarias, em que por exemplo, um tweet foi suficiente para fazer uma doação de €7.900 instantaneamente.

Ou seja por um lado temos a Bitcoin que irá ter um fornecimento cada vez mais limitado, o que possivelmente fará o seu valor crescer ainda mais. Mas por outro lado temos a Dogecoin, que em vez de um investimento, poderá se tornar um método simples e eficaz de fazer compras online.




Fontes


 











Artigos Relacionados



14.fev.2014
 
O que são Dogecoins?
 
 
 
 




Autores
     
     
     
 
Formação Inesting