Academia   Seminários
 
 
 
 
     
 
23.nov.2007
Os Hits estão na base da cadeia alimentar, tal como o plancton

O que é um Hit e porque é que nunca mais devo usar esta palavra?


Esta é uma pergunta frequente (pelo menos a primeira parte da pergunta). Os conceitos de 'Visita', 'Page View' ou ‘Visitante Único’, são praticamente auto-explicativos, mas a definição de 'Hit' continua a causar muitas dúvidas.

O que não é catastrófico. Digamos que na cadeia alimentar das métricas de Web Analytics, um Hit é uma espécie de plâncton. Aliás podem tentar saber quantos Hits tem o vosso website, através do Google Analytics, que não o vão descobrir – ele é tão pouco importante que nem faz parte das estatísticas fornecidas. Nem sequer fez parte do primeiro Volume de Definições Web Analytics divulgado este Verão pela WAA (download disponível nas Informações Adicionais).

Mas então o que é um Hit? Um Hit é qualquer chamada feita por um browser a ficheiros localizados num Servidor.

Recorrendo à cobardia do exemplo: se uma página web é composta por um paragrafo de texto e duas fotografias, cada vez que alguém a visita, são contabilizados 3 hits – 1 para cada foto, mais 1 para a página.

É fácil de ver agora, porque é que ninguém a usa: a sua natureza é ultra quantitativa e sua interpretação é totalmente subjectiva. Subjectiva no sentido que não permite a comparação entre sites diferentes.

Um site pode ter 10 vezes mais hits que outro e ter 10 vezes menos visitas, só porque tem 10 vezes mais imagens, por exemplo.

Por isso a remoção desta palavra do léxico Web Analytics é bem-vinda. Atenção, ainda se vê muita gente a usar a palavra Hit, quando na verdade se querem referir a outra métrica qualquer. No inicio dessas conversas, a clarificação de conceitos é obrigatória.
 



 


Ficheiros



Links


 

 








 

 
Autores
     
     
    Ver Todos  
 
Formação Inesting