20.ago.2013
Passatempos no Facebook

Passatempos para o Facebook: como fazer e para que servem


Não há dia que passe sem que nos cruzemos com passatempos de marcas que oferecem prémios aos fãs em troca de gostos, frases, fotos, vídeos, etc. Isto à partida mostra que as marcas possuem uma estratégia e conhecem o canal em que se estão a promover. Será mesmo assim?
Será que para uma marca com presença no Facebook um passatempo é realmente fundamental? Qual será o objectivo principal destes passatempos? Será que o passatempo está a ser desenvolvido segundo as regras?

Na primeira parte deste artigo e na segunda vamos tentar responder a todas estas questões e desmistificar de uma vez por todas os mitos que rodeiam os passatempos no Facebook.

Ao avançar-se para um passatempo no Facebook é necessário ter em conta vários aspectos. Desde logo a legalidade do passatempo. É importantíssimo ter em conta as regras do Facebook para a realização do passatempo.
 
Qualquer que seja a mecânica, nunca podem ser utilizadas funcionalidades do Facebook. Por isso, passatempos em que a foto com mais gostos, comentários ou partilhas, ganha o primeiro prémio, não cumpre as regras. Para ultrapassar esta questão deverá de ser criada uma aplicação, a ser instalada num separador Facebook (tab), onde o passatempo se desenrola e em que todas as funcionalidades de votação não dependam do Facebook, mas sim de programação desenvolvida para o efeito dentro da referida aplicação.
 
Para todos os que estão a pensar que isto é um bicho de sete cabeças, desenganem-se. No mercado existem várias soluções que permitem criar passatempos. Basta pesquisar e seguramente ides encontrar soluções pagas e gratuitas bastante interessantes para o efeito.
 
É aconselhado que todos os passatempos possuam duas características:
 
  • um fan gate. Apesar do anglicismo todo pomposo, não passa de uma funcionalidade em que o utilizador tem de clicar no Gosto da página para poder participar ou ver determinados conteúdos;
  • um formulário de registo onde os participantes deixam os seus contactos.
Passada a parte prática da implementação do passatempo, é necessário fazer a sua promoção e trabalhar os resultados obtidos.
 
Não saiam dos vossos lugares. Faremos um breve intervalo e regressamos em breve para a segunda parte deste artigo.
 


 











Artigos Relacionados



4.fev.2013
 
Existe influência directa das métricas sociais em SEO?
 
 
 
2.abr.2013
 
Nova funcionalidade de pesquisa do Linkedin
 
 
 
10.abr.2011
 
Uma Equipa de Gestão do Social Media Marketing
 
 
 
25.fev.2010
 
As surpreendentes estatisticas sobre redes sociais
 
 
 
11.set.2012
 
Instagram: Da fotografia ao Marketing
 
 
 
 




Autores
     
     
     
 
Formação Inesting