31.jul.2012
Símbolos na Linha de Assunto

Símbolos na Linha de Assunto


Uma das últimas tendências no email marketing é a utilização de símbolos unicode ou gimmicks na linha de assunto. Ao texto do assunto juntam-se agora elementos ilustrativos como corações, aviões e asteriscos com o objectivo de destacar esses emails e, até ao momento, nada indica que a utilização destes possa contribuir para uma penalização do SPAM score e consequentemente afectar a entrega junto dos clientes de email.

É uma estratégia simples, mas já com exemplos de utilização por grandes marcas como a The Body Shop entre outras. A utilização destes símbolos está a reger-se por escolhas óbvias, como a utilização de corações para Dia dos Namorados ou do Sol para assuntos relacionados com o Verão ou férias. O impacto será maior se o assunto for directo, pertinente e surpreendente. Os símbolos podem ajudar nesta última questão. Por exemplo, a utilização de um guarda-chuva numa campanha enviada num dia chuvoso trará algum efeito de proximidade. Note-se no entanto que estes símbolos unicode não vão funcionar em todos os clientes de email ou poderão mesmo ficar irreconhecíveis em certas resoluções.

Porém, esta estratégia pode conduzir a um aumento das taxas de abertura a curto prazo, mas não vai resolver o problema das taxas de abertura de modo permanente. Em primeiro lugar, porque como de costume esta estratégia será adoptada por todos, e o efeito acabará por se perder com caixas de correio repletas de emails com linhas de assunto adornadas por símbolos e onde já nada sobressairá.

E em segundo lugar, porque não abordam as razões fundamentais pelas quais os subscritores se envolvem ou ignoram os emails. Estes campos de assunto deverão provocar reacções e destacar-se visualmente com o uso dos símbolos, mas deverão ser convincentes quanto ao conteúdo. Depois de captar o cliente com o assunto, há que cumprir a promessa com uma mensagem de e-mail coincidente.

Criar um bom assunto de e-mail não é tarefa fácil. O recurso a símbolos será, na maioria dos casos, apenas um meio de destaque visual. Mas uma perfeita conjugação entre estes e o assunto poderá marcar a diferença. Pelo menos enquanto for novidade!




Fontes


 











Artigos Relacionados



11.mar.2011
 
O que você sabe sobre a performance das suas campanhas de Email Marketing
 
 
 
17.nov.2008
 
Spammers têm lucro apesar de uma taxa de conversão microscópica
 
 
 
11.set.2010
 
Uma palavra errada pode estragar tudo?
 
 
 
18.nov.2008
 
A geração das listas de envio para Email Marketing
 
 
 
16.abr.2013
 
SMS com taxa de resposta 7 vezes superior ao email
 
 
 
 




Autores
     
     
     
 
Formação Inesting