25.mai.2010


Web 2.0. pode ajudar regiões a combater a crise no Turismo nacional


As redes sociais revelam ser uma boa ferramenta para aumentar a atractividade dos destinos e duas das maiores regiões de Turismo do país já estão a usá-las.
 
Os case studies do Algarve e da Madeira foram apresentados na passada sexta feira, 21 de Maio, num workshop que teve lugar no Algarve e que atraiu entidades públicas e privadas de todo o país, numa discussão sobre o impacto das Redes Sociais na Indústria do Turismo.

A sessão teve início com a intervenção do Presidente do NERA e Ex-Secretário de Estado do Turismo, Vítor Neto, que realizou um análise crítica à performance recente do sector do Turismo de Portugal e do Algarve, apresentando as redes sociais como um desafio que deve ser encarado de forma séria e atenta.
 
Também presente no painel, e a dar voz aos hoteleiros algarvios, Elidérico Viegas, Presidente da AHETA, colocou um conjunto de questões sobre a forma como os empresários da hotelaria deverão investir nos novos canais, de modo a obterem retorno económico.
 
Seguiram-se os testemunhos das duas regiões. Nuno Aires, Presidente do Turismo do Algarve, apresentou os esforços da região no domínio das redes sociais, demonstrando a sua forte aposta no Facebook (com a criação de facebook pages segmentadas), no TripAdvisor e no YouTube, tendo vincado a determinação da região em atingir patamares de excelência no campo do Social Media Marketing.
 
Bernardo Brandão da YOU mix, agência parceira da Associação de Promoção da Madeira na comunicação do destino Madeira para os mercados internacionais, evidenciou a necessidade da integração das diversas ferramentas de webmarketing na promoção de um destino. Para o efeito, apresentou o que está a ser feito pela Madeira nas redes sociais, nomeadamente no You Tube e Flickr, e anunciou algumas acções planeadas no Travel trip planner, Facebook, Wikipedia, Issuu, Google maps, de entre outros. Evidenciou ainda que a utilização das redes sociais deve ser vista de forma integrada, combinada com Acções de SEO, SEM, campanhas pontuais de banner ads, e-mail marketing, de entre outros. Terminou com a constatação de que estamos perante um grande desafio à gestão das Entidades de Promoção Turística, que têm de se preparar para alimentar estas redes, com equipas dedicadas, mudança de mentalidades, pensamento estratégico e acção.
 
Francesco Berrettini e Rui Brás da Inesting, apresentaram um enquadramento teórico do Social Media Marketing, uma reflexão sobre boas práticas e apresentação de case studies internacionais.
 
Vítor Neto, salientou que “Este evento fez todo sentido numa altura em que a Indústria, e a Economia em geral, se debate com problemas. A compreensão do fenómeno das redes sociais é um passo importante para os agentes regionais se posicionarem da melhor forma para o futuro.”
 
Francesco Berrettini, Director-Geral da Inesting, empresa co-organizadora, mencionou em jeito de balanço que “Este evento foi um espelho das redes sociais. Sendo uma temática pertinente, foi fácil juntar os oradores e mobilizar os participantes. Devo dizer que estamos muito entusiasmados pela forma como decorreu este 1º seminário, que faz parte de um ciclo de mais quatro que irão decorrer até final do ano, sobre temas como os motores de busca, o e-mail marketing e o mobile marketing.”
 
Este evento é parte integrante da iniciativa marketingtecnologico.com, que compreenderá diversos seminários sobre marketing e tecnologias, decorrendo de Norte a Sul do país. O próximo evento é já dia 27, em Lisboa, com um Seminário denominado Há Vida depois da SMS, subordinado ao tema do Mobile Marketing. A presença nos eventos é gratuita, mas carece de inscrição prévia no respectivo site: http://seminarios.marketingtecnologico.com.


 







 




Autores
     
     
     
 
Formação Inesting